Bichas de Sete Cabeças

[CABEÇA 1]: Bichas de 7 cabeças tem 7 línguas soltas. Vulgo: tagarelice sem limites!

[CABEÇA 5]: 7 vezes achei que meu número da sorte era o 7. Na 8ª vez, percebi que estava errada. Aí comecei a gostar do número 8. 7 vezes caí e 8 vezes me levantei. Comecei tudo do zero. E aprendi que não existem números bons, ruins, de sorte ou reversos.

Leia mais…

[CABEÇA 4]: Infinito é o tempo, o resto é distração. Contaram-me que o Tempo brinca de passar, igual coelho às 7 da manhã, igual pôr do sol no horário de verão, portanto, às 7 da noite. Às 7 e 20 é o horário que gosto de acordar, desde os meus 21 anos (portanto 3 vezes o número 7).

[CABEÇA 7]: “Sete, sete, sete” tudo junto, é como o mantra “shanti, shanti, shanti.” É uma mensagem de elevação, como creem os pitagóricos. Em 2017 me mudei para Florianópolis. Foi um dos melhores anos da minha vida. Passei muitas dificuldades, mas foram oportunidades de superação.

[CABEÇA 2]: Morei no 7º andar do Cássia Tatiana – o famoso Tati Tundra. Fazia poemas, rimas, canções, risadas e também lia as cartas, dentre todas as lâminas de Tarot, o Arcano 7. Dizem que é um número bonito, de beleza e perfeição. Acho que todo número é belo, se contá-lo numa conta bancária, de preferência corrente, sem o negativo na frente e acompanhado de vários zeros (mas nunca os zeros sozinhos, vale enfatizar).

[CABEÇA 1]: Estou com tonta de fome que devoraria uns 17 pedaços de pizza!

[CABEÇA 6, RELAXADA]: Me recordo do 7 desde a infância porque aprendi a ler, e portanto, descobri de fato o que é o 7, aos 7 anos de idade. Sou idosa e nasci em 87, no mês 7 mais 1. Minha mãe diz que engordou 7 quilos no 7° mês de gravidez e que seus pés não cabiam em nenhum chinelo. Ela calçava 36 e tinha 36 anos de idade. Mas aí meu pai comprou havaianas 37 pra ela e tudo se resolveu. Curiosamente, nasci quando ela completou 37 anos. Na época, ser mãe nessa idade era algo muito aleatório. Esse era o motivo que eu arrumava confusão na escola, pois chamavam a minha mãe de velha. Pensavam que ela era a minha avó. Lembro bem dessa fase brigona, eu estava na 7ª série do colégio. Foi nesse ano que comecei a me interessar por cabala. Adorava os números principalmente o 7 porque me lembrava que o 7º dia da semana caía no sábado. No sábado não tinha aulas, nem brigas.

[CABEÇA 1]: Depois de escutar tanto só aumentou a minha fome de pizza! Tem um lugar ali que vende 7 sabores na mesma pizza!

[TODAS AS CABEÇAS JUNTAS, EM UNÍSSONO]: cala a boca, cabeça de melancia!

[CABEÇA 1, IRRITADÍSSIMA]: Pois bem! Vou abrir a minha boca para falar um monte de bobagem! Que cabeça teve essa idiota ideia? Só para vocês aprenderem que sou a melhor cabeça, a cabeça número 1, vou entrar nesse duelo contando mais de 7 curiosidades que vocês não sabem, suas cabeças tontas!

  1. Dizem que as crises agudas do ser humano acontecem de 7 em 7 anos.
  2. Até as crianças não escapam do 7, tendo que ouvir contos como Branca de Neve e os 7 anões, o Gato de Botas de 7 léguas.
  3. O sujeito que faz de tudo um pouco é chamado de “homem dos 7 instrumentos”.
  4. Se uma pessoa está especialmente feliz, diz-se que está no 7º céu (quais são os outros 6 é que eu não sei). Se algúem faz traquinagens, pinta o 7. Se tem segredos que não pode revelar, fecha-os a 7 chaves. Se alguém virar difunto e for católico, vai ganhar uma missa do 7º dia. Também tem os Adventistas e o judeus que não fazem nada a cada 7 dias.
  5. Na guerra da secessão dos Estados Unidos, encheu-se de glórias a 7ª cavalaria e nos mares do mundo é temida a 7ª frota americana. Lembrando que um navegador experiente sabe atravessar os 7 mares se sobreviver a todos, é claro.
  6. O cinema buscou motivos diversos para mostrar o 7. São 7 noivas para 7 irmãos, 7 samurais, 7 homens e um segredo. O cinema é considerada a 7ª arte.
  7. A Bíblia fala dos 7 anos de vacas gordas sucedidas por 7 anos de vacas magras, das 7 pragas lançadas sobre o Egito, dos 7 pães que Jesus tinha para fazer a multiplicação. São 7 os pecados capitais e 7 os cardeais que formam o colégio pontifício da Igreja Católica. Ainda na antiguidade, eram famosas as 7 colinas de Roma. Temos 7 maravilhas espalhadas pelo mundo. Depois tem aquelas histórias de superstição, onde quebrar um espelho dá 7 anos de azar e se o 7º filho homem após nascer seis filhas mulheres, vira lobisomem.

    [CABEÇA 2, OLHANDO FIXAMENTE PARA A CABEÇA MAIS PRÓXIMA, A CABEÇA DE NÚMERO 1]: muito bem minha irmã! Vejo que sabes tudo sobre a rara arte do 7. É uma pena que seja a cabeça número, a mais feia e mais gorda de todas!

    [TODAS AS CABEÇAS, EM UNÍSSONO, FAZENDO GRANDE BARULHO]: Hahahaha!

[CABEÇA 3, INTERVÉM]: Basta! Depois das bagunças deixadas pelas letras e palavras, vou cantar uma canção de ninar…

De braços soltos numa nuvem flocada

voo macio num azul 7 bis 

fiz mosaicos por toda a cidade

com as 7 cores do arco-íris

piso na Lua num salto de mágica

e salto pro outro lado do mundo, feliz

momento de sonhos e noite estrelada

avisto o oceano e a luz de eclipse

cantei 7 mentiras mas a 8ª é verdade:

 todos os gatos têm 7 vidas

A Cabeça 3 era cantora e famosa por apaziguar as outra 6, afinal, com tantas cabeças, alguém tinha que se encarregar de realizar o trabalho sujo. As 7 cabeças ficaram relaxadas, sonolentas balançavam seus crânios pra lá e pra cá, em belas composições de 7 notas musicais.

A Cabeça 3 fica só, pensa e lê um pouco o “7 passeios pelos bosques da ficção”, do Galeano. Dá 7 beijos doces no seu amor. Ele responde com 1 sorriso e diz: “faltam 7 meses para completarmos 2 anos de namoro!”. “Se tivermos 1 filho, seria ele o 7,7 bilionésimo humano a povoar o planeta?”

E as bichas de 7 cabeças? Cada uma contou (ou tentou contar) uma história.

Passaram 7 horas! Não fiz nada. Que dia folgado, passei a olhar as 7 pancadas de chuva. Apenas uma atingiu a minha cabeça. E as outras 6 cabeças, preguiçosas, foram dormir.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *