Astrologia

Para que serve o Mapa Astral?

Quase todas as pessoas estão familiarizadas com o horóscopo, publicado nas páginas dos jornais. Cada um dos doze signos do Zodíaco surgem com uma frase ou duas a descrever uma previsão para quem quiser saber.

Infelizmente é este o tipo de Astrologia que a maioria das pessoas está acostumada, mas é uma versão genérica, que nem sempre é escrita por astrólogos. Ao falar “sou de Gêmeos” é como afirmar “sou de Marrocos” a alguém que nunca pisou em terras marroquinas.

Mas então para que serve o mapa astral?

O mapa astral é praticamente seu GPS pessoal, que possibilita entender sua personalidade, seu comportamento e desafios – indicando ainda o verdadeiro caminho para a realização. Ele aborda vários aspectos: profissionais, familiares e internos do ser.

O mapa astral contém uma linguagem feita de símbolos, como uma dança ou um conjunto de códigos, e elementos da psicologia, da arte, dos mitos e do inconsciente para falar diretamente com você, de acordo com o dia do seu nascimento.

O mapa astral ajuda, não só a expandir o conhecimento do Universo, mas também a capacidade de compreender a relação com ele. Ao nos conhecermos melhor, também nos sentimos mais integrados com o Todo.

Quer saber para que serve o mapa astral? Fique comigo que eu vou te explicar.

1. O Mapa Astral como Símbolo Psicológico

“Podemos esperar, com considerável certeza, que uma determinada situação psicológica bem definida seja acompanhada por uma configuração astrológica análoga.”

Carl Gustav Jung

As 12 casas astrológicas no mapa, representam as áreas da vida humana, que é comum a todos. O que difere de uma pessoa para outra é são onde estão os planetas e os signos. Assim cada mapa é diferente, pois representa o dia, o lugar e a hora que você nasceu.

Os signos estão representados por uma imagem mitológica, assim como os planetas, ou seja, cada área da nossa vida contém uma imagem arquetípica, sinalizando um esforço do arquétipo para se manifestar por meio da vida humana.

Por exemplo: temos na constelação do signo de Virgem o arquétipo da doação através do trabalho, o interesse em cuidar da saúde e a busca pela perfeição. Já no signo de Áries, temos o símbolo do guerreiro, do lutador, do líder, da individualidade e anseio por abrir caminhos.

Conhecer nosso mapa natal é uma forma do ego se conscientizar a respeito das energias arquetípicas que estão se manifestando em cada setor da vida. Dessa forma, podemos colaborar ativamente para a manifestação e a realização dos símbolos a nível pessoal.

Os símbolos, dentro do mapa astral, representam pontos importantes que nos permitem a identificação das impressões da mente e nos dão significado à expressão de sentimentos e ações, como parte de um caminho de aprendizado que vai nos guiar à totalidade.

Quer que eu deixe mais claro?

Vamos usar o mesmo exemplo do signo de Virgem, já usado antes: digamos que uma determinada pessoa nasceu com o Sol e Mercúrio em Virgem em seu mapa astral. Seu desafio rumo a totalidade seria o aperfeiçoamento, o cuidado com a saúde e a dedicação ao trabalho.

Talvez essa pessoa seja desorganizada, desleixada com a própria saúde e não goste nenhum pouco do seu emprego. Logo, seu desafio enquanto virginiana, seria usar as características de Virgem a seu favor: desempenhar tarefas com maestria, ser saudável e se realizar no ambiente de trabalho. 

2. O Mapa Astral e o Autoconhecimento

Os planetas e os signos do Zodíaco compõem a linguagem astrológica. Há 5.000 anos, as civilizações estabeleceram uma escala de correlação entre os acontecimentos e os fenômenos celestes.

Nossos ancestrais observaram a natureza e todas as suas manifestações, tanto na procura de uma compreensão para as suas vidas, como para estabelecer uma ordem. Dessa forma, concluíram que cada componente do universo está conectado.

Mas o que faz um ser humano ser tão diferente de outro?

Um dos melhores métodos para responder esta pergunta é estudar e obter uma profunda compreensão do significado dos planetas e signos no mapa natal.

O mapa astral é uma representação do céu do momento de acordo com a data, hora e local de nascimento. Quando estudamos o céu de cada pessoa, entendemos as energias que operam em nós e à nossa volta: o mapa se torna um guia, uma bússola pessoal.

Ao trabalharmos com os ciclos do sistema solar, trazemos clareza para as dificuldades da experiência humana. Uma compreensão desta linguagem pode ainda multiplicar os nossos potenciais talentos e alegrias.

Também ajuda a entender quais serão os desafios e obstáculos que teremos que enfrentar durante a vida.

3. O Mapa Astral Para Entender o Tempo

Não se trata de previsão, premonição ou aspectos sobrenaturais. É muito simples: a posição dos planetas “muda” de signo no decorrer da vida, e isso acontece graças ao que chamamos de trânsitos planetários ou progressão.

Os planetas não ficam estáticos, muito pelo contrário, há todo um movimento que é típico do sistema solar. Quando o Sol ou outros planetas passam por diferentes decanatos, isso também gera mudanças de vida e na personalidade. 

Mas atenção: o mapa astral fala de possíveis sintomas ou situações futuras sim mas também de maneiras de suavizá-las ou de outros usos mais produtivos do mesmo símbolo. Assim, a Astrologia transfere mais poder e, por isso, mais responsabilidade a você.

Então cuidado com o interesse somente do futuro ao estudar o seu mapa astral: as predições são confortáveis, porque estão prontas, mas limitam também. E estão sujeitas a erros, pois se baseiam em apenas em uma leitura e interpretação do símbolo.

O melhor a fazer ao entender questões futuras no mapa astral é ir com calma, pois a vida requer um esforço diário de criatividade, atenção e iniciativa. Assim é melhor fazer o seu mapa astral para pensar nas suas alternativas, propensões e possibilidades.

Você vai gostar de utilizar o seu mapa para expandir o seu olhar, por que o que ela quer oferecer não é predição, mas, principalmente, conhecimento.

Conseguiu entender para que serve o mapa astral?

Encomende o seu mapa astral através do WhatsApp (48) 98826-4115.

(2) Comentários

  1. […] Mas calma e não se desespere, toda relação tem sua nuance de luz e sombra e para conhecê-la profundamente, o ideal é conhecer o mapa astral de cada um e suas potencialidades. […]

    1. Sim, o melhor a fazer é conhecer o mapa dos dois, e ambos estudarem juntos, como um caminho terapêutico, envolvendo muito amor, aprendizado e carinho. Obrigada pela resposta! Você é do signo de Áries?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *