Astrologia

A Deusa de cada signo

Você já deve ter ouvido falar nos povos ancestrais e das histórias antigas de Deusas e guerreiras.

A verdade é que antes do Império Romano ter se consolidado em conjunto com a Igreja Católica, haviam diversos ritos e práticas que deixaram de ser comuns.

As Deusas de cada signo simbolizam assuntos relacionado aos partos, a saúde, a inteligência, ao poder, a espiritualidade, a força, a conexão com a terra e a natureza, o profundo respeito com os animais, a ponto de tudo ser considerado sagrado.

Nesse texto, eu quero te mostrar as principais Deusas que já foram muito celebradas e homenageadas, fazendo uma associação com os doze signos do Zodíaco.

Você vai entender como funciona cada arquétipo da Deusa de cada signo, em harmonia com a Astrologia.

Tem Deusa de todas as partes do mundo, então prepare-se para viajar em alta classe, na companhia das Deusas de cada signo. 

Acompanhe comigo.

1 – Áries: Deusa Maeve (Irlanda)

 Maeve é uma deusa guerreira e rainha, e já foi representada em inúmeras obras de arte na Irlanda. 

Ela podia correr mais do que os animais e lutava pelos seus. Segundo as lendas, Maeve venceu todas as batalhas corajosamente. 

Não existe Deusa mais brigona e valente. Por isso, a Deusa está relacionada ao ímpeto do signo de Áries, de liderar e desbravar com ousadia.

Tanto Maeve como Áries, nos ensinam a tomar as rédeas da vida, partir para ação e movimento e corajosamente ir a luta na arena da vida. Seja ação!

2 – Touro: Deusa Hathor (Egito)

Hátor é a Deusa da beleza e da fertilidade, muito bem representada por uma mulher alada e bonita.

É a Deusa que criou o corpo físico, para que aprendessemos a sentir prazer dentro dele e através dele. Sua forma tem relação com a vaca e sugere alimentação, fartura, fertilidade, deleite. 

Hátor é a sensualidade, assim como o signo de Touro e ambos são representados pelo mesmo animal, na ideia de satisfação material, da alegria de provar as delícias de uma boa comida, do conforto e das sensações corporais. 

Dentro deste arquétipo, entendemos o corpo não como um instrumento de corrupção ou castigo, mas de satisfação plena. 

O corpo é a nossa casa, e sentir-se bem dentro dele, aceitando todas as suas satisfações, são os ensinamentos tanto da Deusa Hátor quanto do signo de Touro.

Solte seu corpo e paladar para provar o doce, o salgado e o suculento. Seja prazer!

3 – Gêmeos: Deusa Íris (Grécia)

Pouca gente conhece a Deusa Íris, mas certamente você já ouviu falar dela: a íris do nosso olho é uma homenagem a Deusa. 

Isso porque ela se movimenta rapidamente como a velocidade da propagação de luz, e os gregos diziam que ela estava nas sete cores do arco íris.

Ela anda ao lado do Deus Mercúrio, ambos transmitem mensagens, são comunicadores, levam e trazem com rapidez e sagacidade.

Íris e Gêmeos regem a linguagem rumo a clareza. Se queremos ir em direção a totalidade, temos que abraçar também a relação com o outro, aprendermos e permitirmos as trocas, ensinando e aprendendo.

Se formos aprendizes hoje, poderemos nos tornar mestres amanhã! Seja aprendizado.

4 – Câncer – Héstia (Mediterrâneo)

A Deusa Héstia já foi adorada e celebrada em toda a região do Mediterrâneo, e é considerada a Deusa do calor interior. Antigamente, quando não existia isqueiro, fósforo ou carvão, as casas dependiam exclusivamente da lenha para serem aquecidas. 

Era de suma importância a manutenção do fogo nas lareiras e no fogão a lenha, para manterem as famílias vivas e cozinhar os alimentos. 

É aí que a Deusa Héstia entra. Seu altar de adoração era dentro das casas e das famílias. Todos davam honras, devido as qualidades da Deusa em preservar a vida.

Câncer é o signo do lar, do aconchego, do calor interior. Precisamos desenvolver o auto cuidado, a preservação de tudo aquilo que nos sustenta e principalmente, uma base familiar saudável.

Talvez você não tenha tido o privilégio de nascer em uma família perfeita. Saiba que você pode construir suas estruturas internas, a fim de se tornar seu próprio lar. Construa sua casa interior e acrescente muitas doses de calor humano e carinho para manter-se emocionalmente nutrido. 

Fazer terapia é um excelente passo para buscar maturidade emocional. Seja acolhimento.

5 – Leão: Deusa Bast (Egito) 

A Deusa Bast é a Deusa egípcia do Sol e possui cabeça de gata. Representa a descontração, o bom humor e o otimismo. Ela possui uma outra faceta, é a Sekhmet, uma mulher com cabeça de leoa. Representa o lado orgulhoso e altivo da Deusa.

Bast é o convite para se entregar ao divertido e a descontração. Sim, o que dizer de uma rotina agitada de trabalho quando não tem espaço para nada além de compromissos e responsabilidades? 

Podemos sim, ter pausas para a alegria, para os esportes e a tudo que nos deixa mais felizes.

Dê mais risada, conte piadas, ria dos seus erros! Bast nos ensina que a diversão também podem nos levar a totalidade.

Mas atenção!

Ria com alguém e nunca de alguém, para não aparecer o lado destruitivo e exagerado dessa força, que é a soberba e o ar de superioridade. Todos temos imperfeições. Ser humilde também é um ato de nobreza. Seja diversão.

6 – Virgem: Mulher Amarela (Estados Unidos)  

Os nativos norte americanos cultivam o milho como se fosse uma Deusa, uma Mulher Sagrada e a chamam de vários nomes: Mãe do Milho, Donzela do Milho, Mulher Amarela. 

É o sustento da plantação e das colheitas, a fartura produzida através da conexão com a terra.

É assim que obtemos um estilo de vida saudável: observando e agindo no dia a dia (plantação) e fazendo dele um potencial propulsor para o crescimento vindouro (colheita). Isso envolve sucesso material, bem como a saúde e o bem estar.

É servindo nosso corpo que temos saúde para ele nos servir. É servindo a terra que recebemos dela a troca para o nosso sustento. Esse é o grande segredo do signo de Virgem e da Deusa Amarela. 

Esses símbolos também falam, de forma indireta, da doação, da entrega e da dedicação. Dentro desse aprendizado, surge a força do trabalho, no ciclo equilibrado do dar e receber. Seja saudável!

7 – Libra: Deusa Oxum (África)

Oxum é uma Deusa africana da cultura iorubá e também é cultuada no Brasil. É a energia das águas doces, das cachoeiras, do mel, do amor, dos doces, da beleza e da sedução. 

Ela nos ensina o lado malemolente, a doçura, a suavidade, a arte do canto e da arte. Oxum dança e encanta de forma irresistível!

Libra é um signo repleto de beleza, e os nativos de Libra tem fama de serem envolventes, sabem seduzir. Precisamos aprender com a Oxum a dançar, a apreciar a arte, de cuidar da aparência, de buscar harmonia, requinte.

Não tem nada mais gostoso do que a companhia de uma pessoa agradável, não é mesmo? Pois bem, sejamos nós essas pessoas agradáveis que todo mundo gosta de ter por perto. 

A verdadeira sedução é saber ser empático e gostar de agradar o outro, desde que seja de forma moderada, para que ambas as partes sintam-se contemplatas e felizes. Seja agradável!

8 – Escorpião: Deusa Kali (Índia)

Essa é uma deusa polêmica e disruptiva, assim como todos os símbolos e mitos que permeiam o signo de Escorpião.

Kali é dança do cosmos que provoca o término, ela é o fim e o começo. Ela mostra que para começar qualquer coisa, o velho tem que morrer. Kali dança no Universo completamente nua, ela é a mudança da forma, implacável. 

No pescoço de Kali, está pendurado um colar feito de ossadas e crânios, que representam o passado, e Kali acaba e devora sem dó. 

A nível simbólico, é o desejo de romper com a repressão sexual, com os tabus e regras que não são saudáveis, como as desigualdades, o preconteito e o patricado.

E sem fazer barganhas: para alcançarmos a totalidade, temos que encarar o lado sombrio de nós mesmos, e procurarmos o que nos deixa com medo, as nossas prisões. 

Conhecer realmente a pulsão de morte, a auto sabotagem, os desejos inconscientes e reprimidos e acolhê-los para que as sombras cooperem a nosso favor. Seja transformação.

9 – Sagitário: Deusa Uzume (Japão)

Certa vez a Deusa do Sol Amaterasu ficou triste, escondeu-se numa caverna e não queria mais sair. Todos os Deuses, Deusas e pessoas importantes iam até ela, pois a Terra encheu-se de escuridão. Mas isso durou até que a Deusa Uzume, a Deusa do Riso, aparecer.

Uzume soltou o remexelo, fez piada, dançou de forma divertida, soltou gargalhadas. Tudo isso provocou caçoadas e chacotas dos demais Deuses, que ridicularizaram Uzume. 

Amaterasu resolveu sair da caverna para ver o que estava acontecendo e ao se deparar com Uzume, e com tanta palhaçada da Deusa, não conteve o riso. 

A Deusa do Sol gostou tanto de Uzume que se sentiu envergonhada na sua escuridão.Graças a Uzume, o humor de Amaterasu voltou ao normal e o Sol voltou a brilhar. 

Tem Deusa mais sagitariana do que a Deusa do Riso? Sagitário e Uzume nos ensinam a descontrair, a não levar a vida tão a sério, a gostar da vida e celebrar com ela.

Na verdade, o grande ensinamento de Uzume é: não leve a vida tão a sério! Precisamos de pausas e de festa sim, somos seres sociais e não é nada saudável viver isolado dentro de si.

Que alegria é participar da vida! Seja celebração.

10 – Capricórnio: Deusa Nu Kua (China)

Nu Kua é uma Deusa anciã. Ela lembra uma senhora muito idosa, mas tem o corpo de um dragão. Seus reparos permitiam que a chuva caísse no momento certo e que as estações tivessem um fluxo natural. Ela usa um cinto na cintura que simboliza a ordem.

Ela é a sabedoria escondida dentro do tempo. O que podemos fazer com o tempo de maneira que ele nos sirva para nos proteger do caos? O tempo é um bem imensurável e irrecuperável. 

É por isso que ela se apresenta com idade avançada e nos ensina a cultivar bons momentos.

Capricórnio também tem como símbolo principal, a segurança conquistada através da administração da ordem, dentro do tempo.

A cabra capricorniana sobe montanhas íngremes, assim como a idade avançada de Nu Kua: é o treino, o suor, os aprendizados e a superação de obstáculos que nos levam a algum lugar.

Que sabedoria imensa. Portanto, sejamos senhoras e senhores do destino, aprendendo com esses arquétipos que simbolizam o planejamento com foco. Seja perseverança!

11) Aquário: Deusa Ix Chel (Guatemala)

Ix Chel pertence ao povo maia, e é famosa por ser diferentona, criativa, inteligente e vanguardista. Ela preside o conhecimento, a arte de tecer, a saúde, os partos. O seu animal é uma libélula.

Ela cria a partir da mente, gosta da liberdade para agir e ser quem é, e é totalmente voltada para a inovação. Certamente inspirou os maias nas suas construções, arte e medicina.

Áquário se derrama como um aguaceiro para nos ensinar as artes, a usar a criatividade com inteligência e nos leva para frente, para o futuro, a ciência e a tecnologia.

Não tem nada mais inovador do que a liberdade de ser essência, ser original e fiel a si mesmo. Esses são os saberes da Deusa Ix Chel e inovação aquariana. Seja inovação!

12 – Peixes: Deusa Jurema (Brasil)

Jurema é uma Deusa da floresta brasileira, e traz consigo seus ensinamentos secretos, de se encontrar com o místico e o divino, com o universo paralelo e as portas da percepção.

A Jurema é cultuada nos rituais de catimbó até os dias de hoje, com as ervas da Jurema Sagrada. No catimbó, prepara-se a Jurema preta e consagra-se em forma de bebida. A Jurema produz um efeito enteógeno e revela-se dentro de transes e cânticos.

Não há nada mais pisciano do que o limiar que separa a realidade da imaterialidade, do intangível, da espiritualidade e saída do mundo real. 

A Jurema nos ensina que existe um caminho de cura interior, e sinceramente, me sinto honrada em saber que o Brasil abriga e guarda essa prática milenar. 

Nos rituais da Jurema, somos convidados a fazer um mergulho em nós mesmos, a entrar no mundo paralelo além da razão.

É um descortinar para conhecer melhor o inexplicável dos mistérios da natureza e das plantas. A Deusa Jurema é um convite a uma prática sacerdotal e quem mora ou está de passagem pelo Brasil deve conhecê-la!

Salve as matas e a força da Jurema!

E você gostou da Deusa representada pelo seu signo?

Me siga no Instagram que eu trago sempre novidades do mundo dos mitos e símbolos. Pode me chamar no direct porque eu amo trocar ideias!

Até a próxima!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *